Prefeitura realiza programação educativa durante o Setembro Amarelo

Neste mês, o país inteiro está mobilizado na campanha do Setembro Amarelo, em prevenção ao suicídio. O objetivo é discutir e refletir acerca do tema, rompendo tabus e conscientizando a sociedade sobre as formas de evitar esse trágico acontecimento.

Nesse sentido, a Prefeitura de Vitória da Conquista irá oferecer uma palestra online aos servidores públicos municipais no próximo dia 30, em parceria com a faculdade Uninassau. Com o tema “Fale o que lhe dói”, o evento será transmitido em plataforma online, das 14h30 às 16h30. Para se inscrever, basta preencher e enviar este formulário.

Além disso, a Coordenação Municipal de Saúde Mental irá participar do I Simpósio de Saúde Mental da Faculdade Santo Agostinho. Como parte da programação do evento, a coordenadora Thayse Fernandes será convidada para a roda de conversa sobre “Saúde Mental do Município de Vitória da Conquista”. A atividade acontecerá nesta sexta-feira (25), das 15 às 16h30. Nesse horário, qualquer pessoa interessada pode acompanhar a atividade por este link: http://afaya.zoom.us/j/92630979321

Ao longo deste mês, outras ações educativas têm sido realizadas. Uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social e o Centro de Atenção Piscossocial (CAPS) II levou salas de espera aos usuários do projeto SUAS na Comunidade, com bate-papo e orientações para a população que aguardava atendimento. Essas ações foram realizadas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) III, no Bairro Cruzeiro; no Cras VII, no bairro Lagoa das Flores; no Cras VI, no bairro Primavera; e no Cras VI, no bairro Patagônia.

Além disso, a gerente do CAPS Álcool e Drogas (AD), Aracely Schettine, participou de uma audiência pública na Câmara Municipal de Vereadores, no último dia 10. Na ocasião, ela foi convidada para falar sobre a interação do uso de álcool e outras drogas na ideação e tentativa de suicídio.

Ainda de forma educativa, a Coordenação de Saúde Mental e o Centro Integrado de Direitos Humanos lançaram a campanha “Todas as Vidas Importam”. O material distribuído em redes sociais buscou chamar a atenção para públicos mais vulneráveis ao suicídio, a exemplo de negros, LGBTs e mulheres vítimas de agressão. Com isso, foram divulgadas ainda informações sobre os serviços municipais especializados em saúde mental.

Durante todo este mês, os serviços de saúde do município também estão ornamentados com a temática do Setembro Amarelo. Em atividades internas e atendimentos individuais, os profissionais têm reforçado as orientações e os serviços destinados a acolher e cuidar de pessoas que apresentam quadro de sofrimento mental.

MDB Bahia

Veja também

Deixe um comentário