Parque Municipal da Matinha assina Termo de Cooperação Técnica com o Instituto Tamanduá

Desde sua requalificação, o Parque Municipal da Matinha vem se tornando importante setor para conservação da fauna ameaçada de extinção. Entre suas mais novas ações, o Parque assinou o Termo de Cooperação Técnica com o Instituto Tamanduá – ONG reconhecida internacionalmente na área de conservação de Xenarthras (tamanduás, bichos-preguiça e tatus).

O convênio prevê execução de projetos relacionados à preservação, conservação e gestão ambiental com especial foco para ações de manejo e bem-estar de Xenarthras in situ (em seu ambiente natural) e ex situ (fora do seu ambiente, em zoológicos, por exemplo).

Para tanto, estão previstas ações de estudo, monitoramento e reintrodução das espécies no município de Itapetinga, alinhadas ao Planos de Ação Nacional proposto pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Segundo Fábio Viana, secretário municipal de meio ambiente, “com a revitalização do Parque Matinha, estamos assumindo o compromisso de protagonizar ações ambientais alinhadas a objetivos muito claros de preservação ambiental, estabelecendo uma rede extremamente importante para o Estado da Bahia”

Para a médica veterinária, Dra. Flávia Miranda, presidente do Instituto: “Esta parceria é de suma importância para alinharmos ações de conservação ex situ. A Matinha tem papel fundamental na preservação de diversas espécies da fauna e da flora e agora atuará diretamente na preservação de xenarthras ameacados na Bahia”, disse ela.

MDB Bahia

Veja também

Deixe um comentário