Geraldo Júnior pede inclusão de vans escolares e turísticas na fase 1 da retomada da economia

Diante da expectativa de que a fase 1 do plano de retomada da economia entre em ação a partir desta sexta-feira (24), o presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (MDB), pediu ao prefeito ACM Neto (DEM) a inserção de vans escolares e turísticas no rol das atividades econômicas incluídas nessa primeira etapa. A condição imposta para o início da reabertura foi a estabilização da taxa de ocupação em até 75% por pelo menos cinco dias, prazo que deve ser alcançado nesta quinta (23).

“Uma das nossas lutas tem sido a favor dos transportes escolares e turísticos, que, nesta crise, foi um dos segmentos prejudicados. Assim, solicitamos ao prefeito que inclua neste protocolo a possibilidade dos trabalhadores e lojistas serem transportados pelas vans escolares e turísticas”, destacou o vereador ao fazer a solicitação ao prefeito nas redes sociais.

Ao longo desse período, o presidente da CMS não tem medido esforços para auxiliar na retomada de outro setor: os salões de beleza. De acordo com o plano da reabertura, mesmo os estabelecimentos que fiquem dentro dos shoppings abrirão apenas na segunda fase do plano, quando a ocupação dos leitos de UTI da rede pública para pacientes com coronavírus se estabilizar até 70%.

Para Geraldo Júnior, no entanto, com todo cuidado colocado pelo protocolo de segurança, essa também é uma área que pode voltar a funcionar. “Tudo que queremos nesse momento é cuidar da saúde do povo de Salvador. Isso é um fato. Quem acompanha meu trabalho sabe da minha preocupação, mas acho que já é chegado momento de pensarmos na economia, pois será um assunto para ser ajustado nos próximos meses”, destacou.

Pelo plano oficial, se a taxa de ocupação não subir, a reabertura dos shoppings, grandes lojas, templos religiosos e a realização de eventos em modelo drive-in será autorizada a partir de amanhã.

MDB Bahia

Veja também

Deixe um comentário